03 outubro 2018

Montanhismo



Equipamento básico

As cordas




Vamos usar inicialmente, uma classificação baseada na espessura da corda e utilizar a nomenclatura mais corrente, que poderá variar em função da localização geográfica, ou seja, segundo a atividade em que são utilizadas.



As mais grossas, utilizadas para amarrar os grandes barcos aos portos, têm um diâmetro de 100 milímetros.




Abaixo destas cordas, existem ainda as que têm um diâmetro entre 100 e 50 milímetros. Mais abaixo destas espessuras utilizadas na marinha, existem as cordas com espessuras entre os 50 e os 30 milímetros. As mais finas têm uma espessura entre os 30 e os 15 milímetros.




As cordas utilizadas em atividades de montanha são as que têm um diâmetro entre os 15 e os 8 milímetros. Dos 8 aos 2 milímetros de espessura chamam-se cordinos. Existem ainda cordas mais finas, normalmente chamadas de sediela e que são utilizadas para costurar, suturar, pescar, entre outros usos.




É importante saber que quando precisarmos de maior resistência, não devemos procurar necessariamente uma corda mais grossa. Em determinadas ocasiões poderá depender da espessura da corda, mas em muitas outras ocasiões, deve-se optar pela mais adequada para a atividade destinada.




Cada atividade requer qualidades diferentes, que em grande medida, são determinadas pelo material utilizado no fabrico das cordas.





No próximo artigo voltaremos a este tema. Até lá...





Boas caminhadas.

Sem comentários:

Publicar um comentário

comentários